EM DESTAQUE

  • RUA ARAÚJO….É hora de ir a putaria. Conto de Eduardo Quive
  • FESTIVAL INTERNACIONAL SHOWESIA – levando a mensagem sobre a Paz no Mundo através da arte
  • VALE A PENA GASTAR 111 MILHÕES USD PARA ALTERAR A LÍNGUA?
  • Feira do Livro da Minerva Central na 76ª Edição em Maputo”.
  • SEGUIDORES

    LEIA AQUI A EDIÇÃO 51

    Pub

    Quando Estivermos Vivos


     Deusa D´África – Xai-Xai

    Quando estivermos vivos
    Nos amaremos e activos
    Permaneceremos causando gana
    Aos que não são amados, e de quem aos estóicos emana. 
    Quando estivermos vivos
    Abraçarmo-nos-emos na varanda
    E pararemos a lua
    Para que não haja sol na rua

    Quando estivermos vivos
    Eu e tu seremos um
    Iguais a outro casal nenhum
    E em cada solo nosso sémen fecundará o alimento do povo, o pão. 
    Quando estivermos vivos
    Todos dias serão dias de sarau
    Sarau serenatas e satisfação em semblantes
    Sem lugar para os com cara de pau. 
    Quando estivermos vivos
    Gargalharemos de tal maneira
    Que nossos olhos jorrarão, água
    Que inundará  a cidade de felicidade. 
    Quando estivermos vivos
    Como ovíparos pariremos, um enxame de príncipes,
    Que serão os munícipes
    Desta cidade sem mocidade. 
    Quando estivermos vivos
    Beberemos água gelada
    Que neste tormento nem a fada
    Nos pode dar por misericórdia, ou por compaixão
    Mesmo vendo que em nós há paixão.  

    1 comentários:

    Sim senhora...... amei...o poema está super super nice

    Publicar um comentário

    Pub

    AS MAIS LIDAS DA SEMANA

    Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More