EM DESTAQUE

  • RUA ARAÚJO….É hora de ir a putaria. Conto de Eduardo Quive
  • FESTIVAL INTERNACIONAL SHOWESIA – levando a mensagem sobre a Paz no Mundo através da arte
  • VALE A PENA GASTAR 111 MILHÕES USD PARA ALTERAR A LÍNGUA?
  • Feira do Livro da Minerva Central na 76ª Edição em Maputo”.
  • SEGUIDORES

    LEIA AQUI A EDIÇÃO 51

    Pub

    ÚLTIMA HORA-ANGOLA: Luís Fernando lança hoje "DOIS ANOS DE VIDA. Crónicas com pessoas lá dentro. Dos figurões aos bons"


    O jornalista angolano Luís Fernando lança as 18 horas de hoje, quinta-feira, 19 de Julho, a obra intitulada DOIS ANOS DE VIDACrónicas com pessoas lá dentro. Dos figurões aos bons, chancelada pela editora Mayamba.O evento tem lugar na sede da União dos Escritores Angolanos em Luanda.




    Eis um pouco daquilo que se pode ler na referida obra:
    Embora viajado e conhecido muitas outras culturas, se mantém fiel ao cantinho e devoção em algumas crónicas. E, de vez em quanto, desenterra no baú das recordações, os tempos bons e os ensinamentos recolhidos nesse local mítico, com os mais velhos, particularmente os seus pais. Comoventes são por exemplo as referências a sua mãe, os conhecimentos de vida com ela aprendidos, as comidas por ela preparadas( não há melhor que a comida da nossa mãe, por muitos e requintados restaurantes que possamos frequentar por esse vasto e exótico mundo, é conhecido, embora nem sempre reconhecido).
    As crónicas apresentam uma extrema variedade de situações, de estórias do dia a dia, quer no Uíge quer em Luanda, quer onde calhe. Há no entanto uma grande unidade na sua diversidade, unidade baseada em alguns valores muito prezados por Luís Fernando e que transparecem na sua escrita bem cuidada. Para além do nosso viver, há sempre um caminho particular por pessoas com problemas, simples mas trabalhadores, os verdadeiros criadores da riqueza nacional. Os tipos sociais com um cruzamos todos os dias na sua rua dominam a escrita. Cada um com suas fraquezas e grandezas. É um verdadeiro exército de tipos diferentes, que nos fazem sorrir, ou sentir o coração apertado, que nos fazem sonhar com o futuro, ou preocupar com o presente.
    (…) Luís Fernando é um felizardo, bom observador; sabe aparar golpes traiçoeiros e lançar altas gargalhadas. E é generoso, nunca esquece os outros, acha que a sorte deve ser partilhada. Não é preciso conhecê-lo pessoalmente para o perceber. Basta ler as suas crónicas, eivadas de vida, de ternura pelo género humano, de paz consigo próprio.
    “Pepetela”    

    SOBRE O AUTOR:
    Luís Fernando nasceu no Uíge (Tomessa) em 1961. É jornalista desde os 17 anos de idade.
    Trabalhou por mais de década e maio na Rádio Nacional de Angola, ocupando na emissora pública vários cargos. Sucessivamente sub-chefe de Redacção, Re-Write. Correspondente em Ilavana e Director de informação. Durante 12 anos foi director geral do jornal de Angola.
    Está ligado ao semanário O PAÍS desde a sua fundação em 2008.
    Como jornalista, teve ainda colaboração dispersas por numerosos órgãos tanto no país como no estrangeiro (jornal Desporto militar, revista O GOLO, Agência Angola Press, TPA, O Diário-Portugal − e Deutsche Welle, Alemanha).
    Em 2009 foi admitido como membro da União de Escritores Angolanos (UEA) depois de dez anos a publicar com regularidade. Noventa Palavras é o seu primeiro livro e data de 1999.
    Escreveu outras obras, a saber: A saúde do Morto; Antes do Quarto; João Kyomba em Nova Iorque; Clandestinos no Paraíso; A cidade e as Duas Órfãs Malditas e Um ano de Vida.
    O presente título, Dois Anos de vida, prossegue a Saga que recolhe as suas Crónicas semanas na revista Vida, suplemento do jornal O PAÍS, de que é director.    

    0 comentários:

    Publicar um comentário

    Pub

    AS MAIS LIDAS DA SEMANA

    Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More